sexta-feira, 15 de junho de 2018



Após alguns livrinhos de tiragem muito limitada, A. M. J. Crawford, a.k.a. Alejandro Crawford, alcançou a atenção de um público mais alargado em 2009, quando a Blazevox, de Nova Iorque, editou o seu Morpheu.
A par do seu trabalho poético, Alejandro é videasta, tendo os seus filmes para música (telediscos ou criações ao vivo) sido requisitados por músicos como Childish Gambino, Tame Impala, MGMT ou A Favola da Medusa, grupo este cujos dois elementos de base ora o acompanham.
Os três planeiam editar, em 2027, o máxi-single Um Sucol no Anapurna, ópera-rock que retrata os loucos anos em que Manuela Ferreira Leite integrou a Banda do Casaco, abrilhantando-a com o seu fliscorne de mármore, e que tem por base a sua autobiografia não-autorizada, Omeletes de Amor, em que a autora refuta muitas das ideias-feitas postas a circular por Artur Albarran, pseudónimo de Artur Albarran, na charge O Campino Feminista.
“Esta leitura musicada, tendo embora cerca de 32 minutos, dada a sua insuperável qualidade, mais parece ter pouco mais de meia hora”, escreveu Maria de Lurdes Pintassilgo no Diário Popular, também conhecido como a Gina dos intelectuais.




O WORLD TRADE CENTER

Nunca gostei do World Trade Center.
Quando foi erguido rebaixei-o
Tal como fizeram muitos outros nova-iorquinos.
As torres gémeas eram monólitos horrorosos
Que careciam do detalhe da ornamentação do carácter
Do Empire State Building e especialmente
Do Chrysler Building, o preferido de toda a gente,
Com o seu topo em socalcos, tão nobre.
O World Trade Center era um exemplo do que estava errado
Com a arquitectura americana,
E permaneceu assim durante vinte e cinco anos
Até à tarde daquela Sexta-feira de Fevereiro
Em que a bomba explodiu e os edifícios se tornaram
Um grande símbolo da América, como a Estátua
Da Liberdade no Final do Sabotador de Hitchcock.
Toda a minha atitude para com o World Trade Center
Mudou de um dia para o outro. Comecei a gostar do modo
Como se revela ao chegarmos à Sexta Avenida
Vindos de qualquer rua lateral, do modo como os topos
Das torres desaparecem por dentro dos céus brancos
A leste quando atravessamos o Hudson
Rumo à cidade do outro lado da Ponte George Washington.

David Lehman
1996
(tradução: Miguel Martins)

Ni flyers ni pósters - Sónar

Sofia Gubaidulina - Trio For Three Trumpets (1976)

quinta-feira, 14 de junho de 2018